Como financiar um imóvel?

Comprar um imóvel está cada dia mais fácil.  Não faltam opções de pagamento no mercado. O mais procurado na atualidade é o financiamento.  Isso porque esta modalidade de empréstimo possui taxas de juros bastante atraentes e formas flexíveis de pagamento. 

Como funciona?

Ao comprar um imóvel uma pessoa pode financiar o pagamento inteiro ou parte de seu valor.  Quem faz o financiamento é uma entidade financeira, geralmente um banco, como a Caixa Econômica federal.  

O financiador, no caso o banco, paga ao vendedor do imóvel a quantia a ser financiada.  A partir deste ponto, o comprador do imóvel passa a ficar devendo ao banco que fez o financiamento. 

Enquanto a dívida total do financiamento não for quitada, o imóvel fica vinculado ao comprador, mas não pode ser transferido ou negociado.

Onde conseguir um financiamento?

Vários bancos possuem programas de financiamento imobiliário. Cada um deles possui suas próprias taxas de juros e condições de pagamento. Por isso, é preciso estar atento a cada um dos programas.  Procure se informar detalhadamente sobre o programa com a instituição financeira que você pretende contratar.  Alguns bancos financiam até 100% do valor do imóvel, outros apenas uma parte do mesmo.  Alguns programas possuem taxas de juros extremamente atraentes, mas um limite de crédito relativamente baixo. 

Sempre é preciso ter em mente o valor a ser financiado, as condições de pagamento e a capacidade do comprador de quitar seu saldo devedor.

Quais são os documentos necessários?

Para adquirir um financiamento é necessário levar originais e cópias do RG, CPF, comprovante de estado civil(no caso de casais principalmente) e comprovante de renda atualizado.

Alguns bancos podem exigir outros documentos como declaração anual do imposto de renda, mas normalmente só são exigidos os primeiros.

Quais os critérios utilizados pelos bancos para liberarem o financiamento?

Normalmente os bancos avaliam três condições para disponibilizarem um financiamento:

1-    A capacidade de pagamento do solicitante.

Através da comprovação de renda, o banco calcula sobre o valor total a ser financiado, a aptidão do comprador em arcar com as prestações mensais. 

Normalmente os valores não devem exceder 30% da renda familiar bruta, sob risco de não serem quitadas pelo devedor.

2-    A idoneidade do comprador.

Geralmente os bancos fazem uma analise do histórico de pagamentos do solicitante, através de verificações em bancos de dados como Serasa e SPC.

Quem está com o nome sujo na praça, dificilmente consegue um financiamento aprovado.

3-    O valor do imóvel.

Nesta etapa o banco avalia o valor do imóvel a ser financiado e confirma se o mesmo é coerente. Isso pode ser feito através de um representante legal da instituição financeira como um empresa ou técnico que submetem o imóvel a uma vistoria. 

E depois do financiamento liberado?

O banco ou instituição financeira elabora um contrato e solicita que o comprador e vendedor assinem o documento. Depois de registrado em cartório, o contrato segue para a agência bancaria e o crédito é liberado. O vendedor é pago e o comprador começa a pagar suas prestações mensais até quitar a divida total do financiamento.

> LEIA TAMBÉM

Cuidados na hora de comprar um imóvel

Como alugar um imóvel?

 

 

 

 

Data 07/12/2019

Compartilhar essa informação:

Artigos relacionados:

Receba as Dicas da Pontes Mol

Quer sair na frente no mercado imobiliário, assine e receba as principais novidades! Saia na frente!

Preencha abaixo, é rápido e fácil: